quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Lucas 15, 1-10 (E Jesus me encontrou e desde já, sou criatura nova)


Alegro-me a cada dia que penso que Jesus me resgatou e deu sentido à minha vida. Ele sabe quantos defeitos ainda preciso corrigir em mim mesma, mas sabe também da disposição de acolher seus ensinamentos e sua orientação para o meu dia-a-dia, ainda que me custe, ainda que me faça sofrer.

"Vivos ou mortos, pertencemos ao Senhor."

Por isso, quero partilhar minha alegria com todos. A alegria de ser de Deus, de estar nos planos de Deus desde antes do meu nascimento e de poder acolher sua pessoa e me tornar, aos poucos, aquilo que Ele desejou para mim!

A felicidade só pode ser plena quando descobrimos esse tesouro dentro do nosso coração....

Essa música está dentro das minhas memórias, as primeiras mémórias de experiência com Deus, ou mais perto de Deus, pois Ele nunca nos abandona. É muito bom poder ouvir de novo e voltar àquele tempo, em que tudo era tão novo e tão cheio de mistérios para mim. Bom poder partilhar isso e dizer que cada um pode também ter seu momento especial com Deus! Amém!

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Força Jesus! Hoje estou cansadinha...

 Hoje, estou tão cansada, tantas coisas que fiz e tantas que ainda faltam fazer, por isso não tive tempo de postar a partilha da minha oração do dia, mas nem por isso quero deixar de desejar a todos que me visitam que Deus seja a sua força hoje e sempre!
A ORAÇÃO é o nosso sustento e um canal para estarmos sempre em contato com Deus. Nunca deixem de "conversar" com Deus. Ele está sempre presente nas alegrias e também nas nossas lutas e dores diárias!

Grande abraço,
Drica.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Evangelho do Dia - Lc 14, 15-24

Evangelho (Lc 14,15-24)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, um homem que estava à mesa disse a Jesus: “Feliz aquele que come o pão no Reino de Deus!” Jesus respondeu: “Um homem deu um grande banquete e convidou muitas pessoas. Na hora do banquete, mandou seu empregado dizer aos convidados: ‘Vinde, pois tudo está pronto’.
Mas todos, um a um, começaram a dar desculpas. O primeiro disse: ‘Comprei um campo, e preciso ir vê-lo. Peço-te que aceites minhas desculpas’. Um outro disse: ‘Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-las. Peço-te que aceites minhas desculpas’. Um terceiro disse: ‘Acabo de me casar e, por isso, não posso ir’.
O empregado voltou e contou tudo ao patrão. Então o dono da casa ficou muito zangado e disse ao empregado: ‘Sai depressa pelas praças e ruas da cidade. Traze para cá os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos’.
O empregado disse: ‘Senhor, o que tu mandaste fazer foi feito, e ainda há lugar’. O patrão disse ao empregado: ‘Sai pelas estradas e atalhos, e obriga as pessoas a virem aqui, para que minha casa fique cheia’. Pois eu vos digo: nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.
_________________________________

As Leituras de hoje, trazem para nós uma chamado à hospitalidade, à alegria, à perseverança na oração, ao perdão, a tantos sentimentos bons, que nos libertam de nossas dores. Até quando vamos nos fechar a esse pedido de Deus em nossas vidas?
No Evangelho, Deus convida todos os homens a participarem de uma grande festa, um banquete. Os convidados principais, ao serem comunicados da festa começam a dar desculpas, estão muito ocupados para participarem da festa. Então, Deus se irrita, pois sabe, que na verdade, tudo o que eles dizem são desculpas tolas, que não os impedem de irem se alegrar ao lado de Deus, eles não dão a Deus a importância devida, não porque não tem tempo, mas porque não colocaram a Deus em primeiro lugar, mas se ocupam de suas vidas como se Ele não fosse essencial.
Quantas vezes a gente costuma dar desculpas para Deus, não tenho tempo disso, não tenho tempo daquilo e vai empurrando a vida com a "barriga", como dá... até nos depararmos com um "mar revolto" e precisar do auxílio daquele que nunca nos abandona!
A vida é muito curta e a todo momento somos expostos à morte. Até quando vamos esperar para nos alegrarmos com Deus? Até quando vamos dar desculpas? Quem sabe quantos dias vai viver? Enquanto há tempo, Senhor, quero pedir que possas me chamar sempre. Peço também, Senhor, a graça de atender prontamente ao teu chamado, seja aonde for! Faz-me ver no meu dia-a-dia todos os momentos que Tu me chamas a te seguir, na alegria ou na dor quero sempre te responder: "Aqui estou, Senhor!". Sei que não é fácil, muitas coisas tiram a minha atenção no caminho que me conduz ao "Teu Banquete", mas eu quero ter os meus olhos e minha atenção sempre abertos para acolher o teu chmado. Amém!

Que possamos atender o chamado de Jesus para vivermos dentro do seu Sagrado Coração.

Deixo com vocês um vídeo, um convite de Jesus a entrarmos no seu coração e podermos juntos nos alegrarmos com Ele. Abraços,

Drica.


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Sim, eu cometi erros!


Foto retirada da comunidade “Reflexões e Sentimentos” Google +

Quantos erros cometi na minha vida?
Nem sei dizer...
Acho que a vida é como um jogo, desses que a gente vai aprendendo aos poucos, à custa dos erros. Já jogou Mário Bross??? Pois é... eu me lembro de ter jogado tanto aquele jogo que quando reiniciava já sabia de cor o que viria pela frente... Infelizmente, com a vida não dá pra apertar o “reset”... A gente erra e acaba colhendo os frutos do erro, mas até mesmo não podendo reiniciar do ponto aonde se errou, um erro ensina a gente como agir nas decisões futuras. Seria ótimo poder voltar como num jogo de videogame, mas esse é o preço que pagamos pelas escolhas erradas. Em contrapartida, todos os dias, quando o sol nasce, Deus nos dá uma nova oportunidade de não repetir os erros do passado, de olhar para frente e poder enxergar um horizonte mais limpo, mais cheio de esperanças e de futuras vitórias.
A vitória custa muito, custa o preço da nossa atenção com tudo o que nos cerca e a disposição de não sermos “sabe-tudo”, mas de nos colocarmos diante da vida como eternos aprendizes. Custa o preço de falar menos e ouvir mais... de poder analisar todas as coisas com mais cuidado e sem muita afobação e ansiedade...
Que difícil é viver nessa corda bamba, fazendo escolhas e colhendo conseqüências... Não existe outra forma de viver bem. Tem gente que por mais que apanhe da vida, por mais que caia, não aprende... Acaba vivendo aos tombos, como se vivesse numa eterna loteria de azar e de sorte.
Eu também vou errando e acertando a cada passo que dou, mas com a disposição de aprender com cada passo em falso, como um bebê que aos poucos vai se tornando mais firme e se erguendo em meio às quedas, aprendendo a alcançar o equilíbrio para poder caminhar sem medos. Afinal de contas, a vida não vem com um manual de instruções.
Saudades de poder estar aqui partilhando as emoções...
Abraços a todos,
Drica.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

DE VOLTA AO MUNDO DOS LIVROS



“A pedra que os construtores deixaram de lado, tornou-se a pedra mais importante; isso foi feito pelo Senhor, e é admirável aos nossos olhos” (Mt 21, 42b)
Na maioria das vezes, damos muita importância ao que é suntuoso, cheio de pompa e de luxo. Mas, Deus, em sua sabedoria nos ensina a sermos simples e enxergamos as coisas não pela aparência, mas pela sua essência. Não é fácil entender e compreender o sentido das coisas, muito mais difícil é entender a pessoa humana. Por isso, precisamos sempre do auxílio de Deus para não fazermos julgamentos precipitados, sem uma visão ampla do todo. Isso, só Deus é capaz de fazer, por isso precisamos dele.

Jesus é a pedra deixada pelos construtores; eles o julgaram sem valor porque não apareceu vestido de ouro com cetro na mão, como os reis que conhecemos por aí. Na verdade, apesar de sua aparência simples, ele demonstrou que é a Pedra Angular, sem a qual nada podemos fazer.
 



Hoje acabei de ler um livro, que no início me pareceu confuso, “A Cabana” de William P. Young, mas que de alguma forma abriu um pouco mais minha visão sobre coisas tão simples e tão essenciais da vida. Quero me recordar de alguns trechos que serviam de abertura dos capítulos; eles são magníficos e guardam em si mesmos uma sabedoria que nem todos enxergam...

“ Rotineiramente desqualificamos testemunhos e exigimos comprovação. Isto é, estamos tão convencidos da justeza de nosso julgamento que invalidamos provas que não se ajustem a ele. Nada que mereça ser chamado de verdade pode ser alcançado por esses meios.” (Marilynne Robinson)

“... não importa qual seja o poder de Deus, o primeiro aspecto de Deus jamais é o do Senhor absoluto, do Todo-Poderoso. É o do Deus que se coloca no nosso nível humano e se limita.” (Jacques Ellul)

“Os homens jamais fazem o mal tão completamente e com tanta alegria como quando fazem a partir de uma convicção religiosa.” (Blaise Pascal)

“Quem decidir se colocar como juiz da Verdade e do Conhecimento será naufragado pela gargalhada dos deuses.” (Albert Einsten)

“A falsidade tem uma infinidade de combinações, mas a verdade só tem um modo de ser.” (Jean-Jaques Rousseau)


 É muito bom poder voltar, mesmo que em ritmo lento, ao mundo da leitura e dos livros. Eles nos proporcionam uma viagem não apenas por meio de letras, folhas, gravuras e palavras, mas, também nos fazem viajar para dentro de nós mesmos. Voltei a ler pequenos trechos dos Evangelhos, coisa que já não fazia há alguns meses. Isso tem me dado paz, apesar de toda a guerra que vivencio no meu dia-a-dia. A vida tem sido muito corrida e é preciso ter tempo para essas "pequenas paradas" para recarregar as baterias com coisas boas. O diálogo com Deus é importante, pois nos faz abrir os olhos para coisas que comumente não enxergamos, mas que existem e estão, muitas vezes, diante dos nossos olhos, mas longe do nosso entendimento. A oração é um diálogo com Deus. Através da oração comunico a Deus o que me alegra e o que me incomoda, mesmo que Ele já saiba e tento "escutar" o que Ele me diz lendo não apenas a Bíblia, mas lendo nos pequenos gestos e sinais do meu dia-a-dia, pois Deus vive em mim e em todas as criaturas que Ele criou; tenho tentado voltar ao ritmo da oração diária, tem sido difícil, mas eu sigo lutando até conseguir meus objetivos.

Beijo a todos os que me visitam aqui! Façam também vocês uma viagem por meio dos livros... escolham bons livros que possam deixar dentro de seus corações um pouco de Céu!

Drica.





sexta-feira, 17 de agosto de 2012

PEQUENAS FELICIDADES 9


Hoje, quero falar sobre a alegria de poder voltar a ler... adoro livros e passei muito tempo distante deles. Voltei a ler e essa atividade me refez um pouco por dentro, fez eu voltar a ter vontade de escrever. Pena que o tempo é tão curtinho... tantas coisas pra fazer e ler precisa de um tempo especial. Deu vontade de postar nas fleicidades sobre esse texto que escrevi ontem, como que falando comigo mesma e dando uma boa olhadela na minha vida! Espero que vocês gostem. Eu, gostei demais!

 

 Falo sobre coisas bem simples e leves, por isso escolhi essas imagens da net. É uma grande felicidade partilhá-las com vocês!

Eis o texto:
Nunca deixei de ser essa criança. Quase nunca deixei de fazer aquilo que pretendia por medo, ou por qualquer que seja o sentimento. Costumo pensar que Deus me proporcionou uma vida que foi fácil de se viver, apesar de ter vivenciado muitos sofrimentos meus. É estranho ter passado por tantas etapas da vida e ter a impressão que não se saiu muito do lugar, ao menos na essência. Às vezes, eu acho que eu deveria ter “crescido” mais, mas eu gosto de ser essa menina... que se importa com os outros de uma forma diferente da que o mundo está acostumado... essa menina que ainda sonha com coisas bobas, de gente pequena... que ainda lê gibi de vez em quando... que ama assistir um bom desenho animado... que chora e rir com a mesma facilidade... que não entende como as pessoas querem crescer por dentro, quando é tão bom ser criança o tempo todo e se alegrar com todas as pequenas coisas que possuímos à nossa volta.
Sou essa menina, que não entende como as pessoas mudam de humor tão facilmente, por causa de um gesto, ou de uma palavra que não lhe diz respeito... como podem ir dormir de “mau” uns dos outros por causa de coisas tão insignificantes...

Nunca achei a vida muito difícil de ser vivida, muitas vezes ela foi muito dolorida, mas não difícil...  acredito que isso é um dom, e dom, é presente de Deus. Eu agradeço a Deus por Ele ter se lembrado de me dar esse presente... acho que as pessoas que não o receberam no fundo, são tristes e inconformadas com tudo, não sei explicar ao certo... sei que é triste ver alguém que parece não acreditar em nada, não acreditam nas pessoas, na bondade, na simplicidade, na emoção dos outros... parece que todo mundo está vivendo num grande teatro, todos representando, sem nunca chegarem a serem verdadeiros uns com os outros...
Gosto de acreditar nas pessoas, por mais que elas não sejam muito confiáveis... acho que o ato de dar a confiança ao outro faz com que o outro, em determinado momento reflita sobre a veracidade de suas ações... sei que é difícil... e não sou boba por isso, pelo menos não me acho boba, não... apenas finjo acreditar, enquanto o outro finge ser verdadeiro, até o momento em que a brincadeira cansar o(a) “mentiroso(a)” e ele(a) passar a dizer a verdade. Nem eu sofro, nem ele sofre... cada um aprende com o que o outro sente...


Gosto de ser assim, do jeito que eu sou... aprendi há pouquíssimo tempo a me aceitar por inteiro e me senti muito bem quando me descobri por inteiro... gosto de ser quem eu sou... sem muitos melindres... sem muitos retoques... aprendi que ninguém pode sentir do jeito que eu sinto... e que é em vão querer fazer o outro acreditar nas coisas que ele mesmo não acredita... aprendi que é difícil entender-me como eu mesma me entendo e saber o que se passa dentro de mim... aprendi que muitas vezes, esperam de mim, algo que eu mesma não posso dar... as impressões pessoais são o que são... são intransferíveis e cada um vive segundo suas próprias convicções, segundo seu próprio olhar... às vezes, é difícil entender os “porquês” dos outros... quando os pontos de vista são bem diferentes... difícil entender porque as pessoas são tão inflexíveis, porque não aceitam ceder nenhum milímetro no que acham certo e errado...
Não acho legal “engaiolar” o sentimento dos outros... e tratá-los como prisioneiros seus... entende?

Beijos a todos... se querem mais felicidades, vão ao blog da Rita e colham por lá é no Botoezinhos

 Drica.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Pequenas Felicidades 8


Faz tempo que eu não posto nada no blog. Confesso, que muitas vezes eu fiquei triste por não escrever o que estava sentindo, mas passei uma temporada meio "longe de mim mesma", ou me "olhando de longe", não sei como explicar direito...

Mas, hoje, não podia deixar de partilhar com vocês, a alegria de receber das mãos de Deus mais um dia de vida. Muitas batalhas, muitas conquistas... e no final de todas esses eventos: Vitória! O aniversário não vai ter festa com bolo e etc... entretanto, é muito bom poder estar perto das pessoas que amo. Meus filhos estão na casa dos avós, em outro Estado, aproveitando as férias de meio de ano, mas eles estão sempre perto de mim, aonde quer que eu esteja, estão sempre dentro do meu coração, então, eu encaro essa ausência com tranquilidade!


Ao meu lado, meu querido amor! Agradeço a Deus por tê-lo comigo e nem importa as "briguinhas", isso é nada diante do amor que sinto por ele... de certa forma, ele também me suporta! E tem me feito conquistar coisas que eu jamais imaginei conquistar se ele não estivesse aqui!



Essa é a minha grande felicidade do dia: comemorar mais um ano de vida com a família e os amigos mais próximos.

Obrigada, Senhor! Por tudo o que tenho que vem de tuas mãos!

Quem quiser contar suas felicidades, já sabe: No blog da Rita: Botoezinhos

Beijão a todos!
Drica.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

PEQUENAS FELICIDADES 7

Felicidade é tudo, não é gente? É tudo o que se quer, que se deseja. Espero que tenhamos todos e todas um final de semana FELIZ!

Minha semana foi atribulada, mas é bom brincar de descobrir felicidades escondidas atrás da cortina da vida...

1)Estou viva e comemoro com o sol, ou com a chuva, o recomeçar de todo novo dia!
2)Essa semana meu amor esteve mais presente que todas as outras semanas, foi bom dormir abraçadinha e sentir seu carinho.
3)Ando planejando alguns projetos bem novos para o apartamento.
4)No meio da semana comi um belo prato de Bife à Parmegiana (hummmmm... delicioso!)
5)Falei com meus filhos por telefone.
6)Última semana de um pouco de moleza no trabalho... aproveitei para fazer a matrícula do meu filho.
7)Rezei muito por alguém e por uma decisão que essa pessoa deve tomar na vida, não sei se isso se encaixa nas felicidades, mas fazia tempo que eu não orava assim, de Bíblia na mão e tudo o mais... foi bom para mim! Acho que para Papai do Céu também!
8)Confiança em Deus, o meu caminho sempre!!!!
9)Ri muito com uma amiga do trabalho das nossas trapalhadas.
10)Estou aqui postando as PEQUENAS FELICIDADES... isso também me faz FELIZ!

Vamos lá no site da Rita aonde começou toda essa felicidade: Botoezinhos

Xero em todos e todas! Que o final de semana seja abençoado! Não esqueçam de sorrir sempre!
Drica.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

VERSOS DESCONEXOS


Que essas minhas frases aparentemente tristes, não maculem os dias lindos que passamos juntos, respirando o mesmo ar e brincando de amar o outro do jeito que ele(a) é. Mas, parece que de vez em quando, sou um peso inexplicável nos teus dias... entendo que as pessoas precisem de um tempo sozinhas consigo mesmas, mas também entendo que não é preciso ser pesado quando os sentimentos não estão sintonizados, é só explicar.
Penso que muitas vezes estás ao meu lado, por opção, e ao mesmo tempo, por falta dela... não é engraçado esse sentimento?
Não sei porque preciso dizer que te amo tantas vezes, talvez seja para fazer você notar a intensidade das palavras que não cabem na minha alma...
Sorri por dentro é mais bonito quando olho para você... parece que você descobre o sorriso escondido no meu interior...
Ficar de mal é ruim de mais... tenho vontade de te cobrir de abraços, mesmo à contra-gosto, até forçar o teu sorriso e o teu perdão pelo que eu não fiz.
Sentar na areia e avistar a imensidão do mar unida à imensidão do céu é a experiência mais linda na vida dos que enxergam, mas acho que tocar o outro com carinho, de olhos fechados faz um efeito maior...
Percebo quanta falta você me faz nos minutos que não estás comigo... parece que a vida volta a ser preto-e-branco... quando você chega tudo ganha uma cor nova... cor de paz ou de tumulto, mas que sejam cores que mexem com o meu interior.
Olho os teus olhos e tento enxergar dentro deles um abismo de coisas que você ainda não consegue me dizer com palavras... e quanta vontade de puxar cada palavra para fora com a leveza de uma bolha de sabão.
Incrível a facilidade que você tem de me fazer rir e chorar... Eu te amo por isso... e por tantas coisas mais...
Amo me sentir parte de você, às vezes sou capaz de esquecer que sou parte de mim mesma...

Drica

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Metas para 2012!!!



Cansada de estar acima do peso... rsrsrs... A idade chega e você fica com uma sensação que não vai conseguir nunca mais se livrar do peso extra. Nunca fui muito vaidosa, mas, claro, todo mundo quer se sentir bem consigo mesmo e com o seu corpo, eu também! Nem é por questões estéticas, mas por causa da própria saúde que cobra um certo controle!
Estou colocando como meta essa perda de peso extra, porque é difícil não caber mais nas minhas roupas, não encontrar roupas adequadas para o meu corpo com tanta frequência nas lojas (porque será que a moda acha que gordo tem que se vestir de qualquer jeito??? rsrsrs). Estou rindo, mas na verdade, eu me revolto com esse tipo de coisa, como se o mundo fosse feito apenas para gente magra, e, a propósito, nem tenho nada contra quem é magro, apenas acho que cada um merece o seu espaço com dignidade!
Voltando ao assunto, vou procurar fazer um esforço para voltar a me exercitar e voltar à reeducação alimentar!
Também tenho outros sonhos, não muitos, para alcançar nesse ano: carteira de motorista na mão.. uhhhh... primeiro carro na garagem... rsrsrs... e uma porção de lugares para aproveitar! Espero que isso facilite um pouco a minha vida, não está fácil ser "euzinha"... rsrsrs
Quem sabe depois disso eu possa voltar a estudar, fazer um curso superior "aquele que eu sempre sonhei"...
Até lá ainda tem muito chão, mas eu vou caminhando devagarinho, até chegar à meta!

O sol é o meu companheiro diário. Sei que apesar dos dias nublados, ele está sempre lá, acima das nuvens!
E olha só que imagem linda!!! Um convite a novos sonhos!
Xero pra todos e todas,
Drica.